Sobre nós

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Founder

A Inês é natural de Grândola e formada em Engenheira do Ambiente pelo Instituto Superior Técnico. Dedica a sua carreira a projetos de despoluição e gestão de recursos hídricos no Reino Unido e Namíbia.

Mãe de duas crianças pequenas, adora explorar soluções criativas que tenham um impacte real positivo no planeta e no dia-a-dia das pessoas.

Tentativa e erro…

Quando a primeira filha nasceu, optou por usar fraldas reutilizáveis… e foi uma desilusão.

Usámos várias marcas e modelos premiados de fraldas de ‘tamanho único’, que supostamente se ajustavam ao tamanho do bébé. No entanto, foi com muita persistência que continuámos a usa-las, pois muitas vezes havia fugas de urina. Questionava-me se um recém nascido estaria confortável com todo aquele volume na parte da frente, e sobretudo pela contra-curva que atrapalha o ‘selar’ à volta das virilhas. Depois aos 15 meses de idade, algumas molas à volta da cintura começaram a ficar mesmo em cima dos ossos da bacia da bebé, causando-lhe disconforto. Era suposto terem durado mais um ano até ao desfralde. Foi aí que descobri que muitos outros pais tinham um feedback idêntico ao meu.

Quando teve a segunda filha, desenvolveu o seu próprio sistema de ajuste de fralda reutilizável ao crescimento dos bebés, que conseguia ser confortável e eficaz quer na recém-nascida, quer na mais crescida prestes a iniciar o desfralde, para além de ser anti-fugas, mesmo durante a noite.

“Durante mais de um ano desenhei, costurei e testei mais de 30 protótipos até estar completamente satisfeita em todos os aspectos, surpreendendo-me a mim mesma com o nível de conforto e absorção em bebés de tamanhos tão diferentes.”

Fralda reutilizável ≠ Fralda sustentável

“Apenas quando comecei a pesquisar acerca dos materiais destas fraldas, me apercebi do quanto greenwashing era usado para as promover. Os absorventes que na sua maioria eram feitos de bambu ‘natural’, ‘ecológico’ ou ‘orgânico’, eram afinal fibra de celulose regenerada com um método de produção chamado viscose / rayon que é altamente poluidor para o meio ambiente, trabalhadores e comunidades locais.”

Os absorventes de felpa ‘microfibra’ e ‘stay-dry’eram afinal feitos de poliester virgem e associados à libertação de microfibras sintéticas durante a lavagem para os rios, e ultimamente, para os mares e oceanos.

“Como mãe e como consumidora, sinto que os pais merecem mais transparência acerca do que estão realmente a comprar.”

Por isso abraçámos o compromisso de desenvolver cada produto tendo como pilares a praticidade para os pais, o conforto para o bébé, a durabilidade e a sustentabilidade.

A nossa artista

As nossas colecções são pintados à mão pela bonitacor.Art by Ana Figueiredo. Licenciada na ESAD.CR, a Ana dedica a sua enorme paixão artística à pintura de acrílicos e aguarelas. A colaboração com a PICO TANGO foi inspirada na beleza dos oceanos e natureza, com um toque de cor que representa a alegria da infância.

Para saber mais sobre a artista, visite www.bonitacor.art

A nossa ética

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Feito em… Feito como?

Acreditamos que todas as pessoas devem ser tratados de forma honesta, motivante e recompensadora. Damos prioridade à ética ao longo de todo o modelo de negócio, e desafiamos os padrões praticados globalmente na indústria das fraldas reutilizáveis

Todos os nossos produtos são eticamente produzidos em Portugal, onde conseguimos assegurar diariamente que as pessoas e o ambiente são respeitados. Asseguramos que cada elemento dos nossos produtos, processos e práticas garante condições honestas, seguras, transparentes e limpas com respeito pelo meio ambiente.

Valorizamos habilidade, conhecimento, arte, criatividade e dedicação nas pessoas que tornam este negócio possível.

O nosso compromisso

Estamos empenhados em conceber e produzir fraldas e acessórios de bebé reutilizáveis, sustentáveis e éticos, mantendo-os a um preço acessível.

Pegada

Minimizamos as nossas emissões de carbono: Fornecendo todos os nossos tecidos em Portugal e Espanha. Produzindo todos as encomendas em Portugal. Ter nossas próprias iniciativas para reduzir e reciclar significativamente nossas sobras de material.

Cadeia de suprimentos

86% dos nossos materiais são adquiridos localmente em Portugal, 8% são provenientes de Espanha e 6% da Ásia. A investigação, design, desenvolvimento, produção, controlo de qualidade e expedição são todos realizados em Portugal.

Materiais

Orgulhosamente usamos plástico marinho reciclado, algodão orgânico e tecidos Tencel. Garantimos que todos os fornecedores de materiais fornecem a certificação necessária, incluindo Seaqual, OEKO-TEX e Global Recycled Standard para garantir práticas comerciais sustentáveis.

Embalagem

Usamos papel 100% reciclado nos nossos cartões. Todas as embalagens de cartão são reutilizáveis, recicláveis e não-lexiviadas. Todas as embalagens de plástico são reutilizáveis, 100% recicladas e recicláveis.

Meu Carrinho
O seu carrinho está vazio.

Parece que ainda não se decidiu.